Blog

Álcool x Medicação

Se você ainda faz a perigosa mistura de álcool e medicamentos, interrompa agora mesmo esse hábito. A prática é desaconselhada, pois o álcool pode interferir no efeito do remédio ou representar riscos à saúde do paciente. Dependendo da substância ingerida, é possível que o efeito do álcool seja potencializado e o do medicamento, diminuído, além de haver mais chances de sofrer sintomas como tontura, vertigem e dor de cabeça ou problemas como hepatite medicamentosa e sangramentos no estômago. Claro que uma tacinha de vinho, numa data comemorativa, pode até ser liberada, pois ninguém é de ferro, mas o hábito de beber, mesmo que socialmente, pode interferir no tratamento.⠀